Confissão de Fé

CONFISSÃO DE FÉ BATISTA DE LONDRES DE 1689

"Este antigo documento é o mais excelente resumo escrito das coisas mais seguramente cridas entre nós. Não é publicado como regra impositiva ou código de fé, por meio do qual vós possais ser algemados, mas como um meio de edificação em justiça. É uma excelente, ainda que não inspirada, expressão dos ensinos das Sagradas Escrituras por meio das quais todas as confissões devem ser medidas. Nós através dela sustentamos as humilhantes verdades da soberana graça de Deus no processo de salvação dos pecadores perdidos. A salvação é somente através de Cristo e somente por fé".
Charles H. Spurgeon


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
CREDO APOSTÓLICO
Creio em Deus Pai, Todo-Poderoso Criador do céu e da terra. E em Jesus Cristo, seu único Filho, Nosso Senhor, o qual foi concebido por obra do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria; padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos; foi crucificado, morto e sepultado; desceu ao Hades1; ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus e está sentado à destra de Deus Pai Todo-Poderoso, de onde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo; na Santa Igreja católica2; na comunhão dos santos; na remissão dos pecados; na ressurreição do corpo e na vida eterna. Amém.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
CREDO NICENO

Creio em um Deus, Pai Todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e de todas as coisas visíveis e invisíveis; e em um Senhor Jesus Cristo, o unigênito Filho de Deus, gerado pelo Pai antes de todos os séculos, Deus de Deus, Luz da Luz, verdadeiro Deus de verdadeiro Deus, gerado não feito, de uma só substância com o Pai; pelo qual todas as coisas foram feitas; o qual por nós homens e por nossa salvação, desceu dos céus, foi feito carne pelo Espírito Santo da Virgem Maria, e foi feito homem; e foi crucificado por nós sob o poder de Pôncio Pilatos. Ele padeceu e foi sepultado; e no terceiro dia ressuscitou conforme as Escrituras; e subiu ao céu e assentou-se à direita do Pai, e de novo há de vir com glória para julgar os vivos e os mortos, e seu reino não terá fim. E no Espírito Santo, Senhor e Vivificador, que procede do Pai e do Filho, que com o Pai e o Filho conjuntamente é adorado e glorificado, que falou através dos profetas. Creio na Igreja una, universal e apostólica, reconheço um só batismo para remissão dos pecados; e aguardo a ressurreição dos mortos e da vida do mundo vindouro.


---------------------
1 - “Desceu ao Hades”, no Credo Apostólico, significa que Jesus Cristo experimentou a condenação divina que se evidencia na humilhação de morrer e ser sepultado, ficou sob o poder da morte e experimentou o inferno, isto é, o doloroso abandono da presença confortadora de Deus (“E perto da hora nona exclamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactâni; isto é, Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” Mateus 27:46). Ensaio do Rev. Heber Carlos de Campos sobre o assunto: <http://danielpompermayer.blogspot.com.br/2013/12/descendit-ad-inferna-uma-analise-da.html>

2 - A Santa Igreja católica não deve ser confundida com a Igreja Católica Apostólica Romana ou qualquer outra igreja que assim se denomine. Esta expressão se refere tão somente a comunhão universal de todos os santos, ligados uns aos outros pela fé em Jesus Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário