quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Feliz Natal!!

No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo (João 1:29).

Não foi um mártir revolucionário ou um habilidoso mestre que desceu do céu. Não foi um profeta para anunciar boas novas e um novo tempo. Cristo não foi um milagreiro, embora tenha feito milagres. Cristo não foi um sábio, embora toda a sabedoria esteja nele e se origine nele.

Hoje, no Natal, celebramos o nascimento do Cordeiro Divino, "Deus de Deus, Luz da Luz, verdadeiro Deus de verdadeiro Deus, gerado não feito, de uma só substância com o Pai; pelo qual todas as coisas foram feitas; o qual por nós homens e por nossa salvação, desceu dos céus" (Credo Niceno). Este Precioso Cordeiro, não veio à Terra para outra coisa, senão para sentir as dores do inferno sobre a Cruz do Calvário, levando sobre si (e expiando-os) os pecados de seus filhos eleitos.

O menino que nasceu em Belém, morreu em Jerusalém sob a ira de Deus. Para expiar nossos pecados, conceder-nos plena justificação e desviar de nós a ira do Senhor, ele suportou a morte. Certamente este Cordeiro que foi morto (e ressurgiu ao terceiro dia), novamente virá. Virá para buscar seus filhos, mas para condenar àqueles que o rejeitaram.

E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo o servo, e todo o livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas; E diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro (Apocalipse 6:16).

Não se deve celebrar o Natal, sem o claro entendimento de quem é Cristo e sem submissão ao seu senhorio, uma vez que este menino que nasceu é aquele que julgará o mundo. Arrependamos-nos, pois, nós pecadores, para que vindo novamente o Senhor, possamos viver eternamente à sua presença e não sermos alvo de sua implacável ira.

Dizia, pois, João à multidão que saía para ser batizada por ele: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira que está para vir? Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento (Lucas 3:7-8).

"Oh Jesus Cristo, verdadeiro cordeiro de Deus, tiras o pecado do mundo.
"Oh Jesus Cristo, verdadeiro cordeiro de Deus, tem piedade de nós, Senhor, clamamos.
"Tem piedade nós, Jesus Cristo, e nos conceda a paz".